Das coisas importantes

1912332_422408807889234_2091238013_n

O que é realmente importante pra você? O que você valoriza de verdade, que você mais preza? Uma dica pra descobrir (caso você não saiba, claro) é ver onde você investe a maior parte do seu tempo, das suas energias, do seu esforço – e, claro, do seu dinheiro.

Não se surpreenda, quando fizer essa análise, ao perceber que o que tem sido importante pra você é aquilo que você mesmo classificaria como futilidades. Sim, infelizmente a gente passa muito tempo, despende muita energia e esforço com coisas que, no fundo, nem acredita serem tão importantes. Mas que acabam se tornando por conta daquilo que fazemos com elas.

Quer um exemplo? Aquele seu colega chato no trabalho. Ele é realmente importante pra você? Sua resposta imediata seria não. Mas antes de dá-la, que tal pensar em quanto tempo voce gasta falando mal dele ou mesmo o pirraçando? Quanta energia você investe simplesmente não gostando dele? Por mais que você não admita, você tem dado toda importância do mundo pra ele.

Isso vale pra tudo. Vale pro colega chato, mas vale pros aborrecimentos da vida, praquela situação desconfortável, pros fracassos, pras dores de cabeça, pros pontos fracos, pras curvas da estrada. Se você investe muito de você em cada uma dessas coisas, elas se tornam sim importantes pra você.

E sabe o que acontece quando você valoriza o que não merece ser valorizado? Aquelas coisas que são realmente importantes vão ficando de escanteio, a vida vai ficando descolorida, os dias vão perdendo o brilho, os momentos simplesmente se repetem e as borboletas no estômago desaparecem.

Se você percebe que está vivendo um momento como esse, talvez seja a hora de mudar o foco. Talvez, como diz a frase ali em cima, seja a hora de você ver onde está construindo sua vida e, caso necessário, fazer uma demolição total e começar a construção do zero. Trabalhoso? Sim, mas extremamente prazeroso também.

Construa a sua vida em torno daquilo que é importante pra você. Valorize o que merece ser realmente valorizado. Invista seu tempo e seu dinheiro no que é realmente precioso. E tenha certeza de plantar um lindo jardim pra onde as borboletas sempre voltarão!

***

Sei que hoje seria o dia de falar sobre dietas e afins, mas lendo essa frase da Paula não pude resistir! 🙂

Anúncios

Little drops

Esse vai ser um post dividido em pequenos atos. Ao invés de escrever um tantão pra cada coisinha, resolvi escrever uma coisinha pra cada tantão.

***

Os dias não tem sido fáceis, como vocês puderam ler no último post. Não mesmo. Tenho tentado descobrir o motivo de tanta ansiedade (até desconfio, mas não quero apontar o problema sem ter certeza), enquanto procuro me desvencilhar dela. E, pra quem não sabe, Renata ansiosa é Renata gulosa.

***

Apesar do cansaço, da ansiedade e de mim mesma, eu venci. Como disse numa mensagem que mandei pra algumas amigas, sambei na cara da ansiedade e venci. Fácil não foi. Mas o sorriso que conquistei não tem preço definitivamente.

***

Algumas coisas andavam me incomodando. E muito. Só que percebi algo que acomete muita gente: ao invés de resolver, ou de mudar o que me incomodava, tava curtindo o imenso prazer de estar incomodada. Até que simplesmente dei um basta nisso. Uma pedrinha no sapato a menos.

***

Lendo Romanos 13, na minha versão predileta da bíblia, A mensagem, os versículos de 11 a 14 me fisgaram. Talvez porque falem de algo que tenho sentido nos últimos dias: a falta de foco e prioridades anda pintando, com força total, por aqui. E os versículos chamam a atenção para o fato de que não devemos permitir que as distrações nos afastem daquilo que realmente importa. Foco, Renata. Foco.

***

2013 promete. Mas pra que ele cumpra, preciso andar na linha em 2012. E, pra isso, tenho pensado em implementar algumas medidas que me ajudem a otimizar meu tempo. Nesse sentido, tenho bebido bastante na fonte do Zen Habits. Altamente recomendado.

***

Lendo esse texto aqui, algumas das minhas atitudes fizeram um pouco mais de sentido. Se você tem filhos, pretende tê-los ou mesmo se lida com crianças, talvez seja interessante repensar a maneira como os elogia.

***

Tinha meu retorno à nutri marcado para a última quarta, mas ela resolveu que minha vida dietística precisava de um pouco mais de emoção e remarcou a consulta para próxima segunda. Oremos.