Experimentando e gostando

1780894_10202158949827770_345357477_n

Já faz algum tempo que percebo que minha dieta anda BEM monótona. Claro que as restrições ajudam (especialmente aquelas autoimpostas, como o não comer glúten), mas o que mais andava pegando era mesmo a preguiça. Cozinha nunca foi lá uma das minhas grandes paixões, então fui levando até perceber que minha dieta andava MUITO chata e acabava servindo de “desculpa” praquelas escapadelas homéricas.

E o que foi que eu fiz? Resolvi inovar. Sigo uma amiga de São Paulo que faz a dieta Dukan (oi, Carine!) e percebi que muitas das receitas deliciosas que ela faz, com as devidas substituições, poderiam ser incorporadas facilmente ao meu dia a dia.

1661487_10202161482411083_1611883014_nPra não desanimar ou não desistir, resolvi começar devagar e ir incrementando aos poucos as refeições. Então, nesse momento, estou na fase de inovações pro café das manhã e pros lanches. Já fiz panqueca falsa (no liquidificador bata um ovo e uma banana e pronto!, só colocar na frigideira), pão de micro-ondas e muffins de canela. Tudo muito rápido, simples e delicioso. Me empolguei! Sem contar que comer pão, depois de um bom tempo afastada dessa iguaria, chega a ser emocionante!

Pra quem se animou ou simplesmente teve curiosidade, indico dois sites: Receita Dukan, que como o nome já indica apresenta as receitas permitidas pra quem segue a dieta, e o Blog da Mimis, superfamoso e com receitas que, mesmo contendo glúten, podem ser facilmente adaptadas.

1947329_10202166253530358_529800562_nAdaptação tem sido a palavra chave. Como por enquanto só tenho a farinha de arroz (pretendo comprar farinha de coco em breve), toda sugestão de farelo de aveia ou mesmo de soja eu substituo por ela. E tem dado supercerto. Além de substituir o iogurte natural por cream cheese light, já que esse tipo de iogurte eu não encontro aqui. Enfim, o segredo tem sido inovar e tentar. E tem dado certo!

A próxima etapa serão as receitas pro almoço e tou bastante animada pelo que me espera. Mas por enquanto, foco no café da manhã e nos lanches! Delícia!

***

Tanto a receita do pão, quanto a dos muffins de canela, estão linkadas no próprio texto. Clicando na palavra, você será direcionado à página com a receita.😉 E se você quiser me acompanhar na minha próxima aventura culinária, ela será essa aqui (bolo funcional de milho, com as devidas substituições, claro!).

8 pensamentos sobre “Experimentando e gostando

  1. O pão de forma da receita da sueca é fantástico… faço quase toda semana.. e dá pra guardar no freezer e ir esquentando em torradeiras ou mesmo numa chapa. E se não achar farinha de amendoa fácil, faça sua própria farinha batendo a amendoa no processador ou liquidificador.

  2. Rê, em primeiro lugar agradecer sua força GIGANTESCA que foi fundamental para que eu exorcizasse alguns fantasmas e seguisse em frente!!! Foi fantástico!!! Muito obrigada!!! Acredite que toda essa energia positiva volta triplicada para vc, pois meu coração manda mesmo tudo de volta!!!

    Bom, eu preciso confessar que tb estou nessa. Não faço dieta restritiva, faço VP, maaaaas tem receitinhas Dukan que me apaguei e que faço mesmo. Que mal tem nisso? Que mal tem reduzir um carbozinho aqui e aumentar a uma proteínazinha acolá? Então eu já fiz a panqueca, o pão e estou doida pra fazer as tortinhas de frango, sabe? Vc está no caminho certo, na minha humilde opinião, a gente não precisa de rótulos (sou VP, sou dukaniana, sou isso ou aquilo), a gente precisa é de consciência na hora de fazer nossas escolhas alimentares. Estou variando e amando.

    Rê, a balança hoje sorriu absurdamente… Será a corrida??? Fiquei até surpresa… Subi mil vezes… Uau!!! Um beijo e boa terça

    • Rachel, vc tocou no ponto que acho mais importante: a gente precisa é viver bem, feliz e mais leve (em todos os sentidos). E rótulos, nesses casos, só atrapalham.

      Ainda não fiz o bolo de milho, mas acho que vou aproveitar o friozinho que voltou por essas bandas e fazer hj à tarde, pra tomar com um café quentinho. Pensa que combinação deliciosa!😉

      E esse eu acho que é o grande (e mais difícil de ser atingido) segredo da vida: a gente viver em equilíbrio, procurando ser saudável, mas sem neuras. Procurando estar bem, mas sem excessos. Sendo a gente mesmo, né?

      Qndo li seu recadim aqui, saí correndo pro Cottage e deixei meu recadim por lá. Feliz demais por vc!!! Parabéns! E acredite: é só o começo!

    • Patrícia, normalmente pra mim é preciso ser mais radical pra coisa funcionar. Quero dizer, era. Ou ainda é mas de um outro modo. Continuo bastante restrita ainda, mas tvz mais criativa!😉
      Brigada pela visita! :*

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s