Malhando em casa

923073_10201998146767794_1017466540_n

Com temperaturas variando entre -7°C e -17°C, vamos combinar que malhar do lado de fora é algo impensável. Sendo assim, corridas, caminhadas e qualquer coisa ao ar livre fica simplesmente impossível de fazer. E aí, como proceder? Deixar de lado a atividade física e esperar o inverno passar?

Se a gente pensar que o inverno dura até meados de março e que as temperaturas frias vão até abril, seriam quase 4 meses sem colocar o corpo em movimento – o que é péssimo não somente pra quem deseja perder ou manter peso. É péssimo pra quem quer levar uma vida saudável.

Assim, voltamos pra pergunta inicial: o que fazer? Se academia também não é uma saída viável (não no meu caso e por n motivos), o jeito é se virar dentro de casa. E acredite: isso é bem possível.

Com alguns poucos equipamentos de treinamento funcional, dá pra fazer um circuito que trabalha pernas, braços e abdômen. E isso, repito, dentro do aconchego do seu lar. Se precisar de ideias sobre quais exercícios fazer, o youtube oferece uma gama de possibilidades – muitas delas bastante interessantes como essa e essa aqui.

7 minutesNão tem nenhum aparelho? Não tem problema! Existem diversas possibilidades para se exercitar sem a necessidade de nada além do seu corpo e de uma cadeira. Por esses lados de cá, a moda agora é o “The Scientific 7-minute workout”.

De acordo com matéria veiculada no NY Times (clique aqui para lê-la em inglês), com apenas 7 minutos você se exercita todos os dias e alcança alguns resultados bem interessantes. O segredo? 12 exercícios feitos em 30 segundos com intervalos de 10 segundos cada (na imagem do parágrafo anterior você pode ver os exercícios e a ordem em que devem ser praticados), sendo que você pode repetir toda a série quantas vezes desejar (o ideal, de acordo com especialistas, são 3 vezes para melhores resultados). O legal é que existem apps tanto pra Android quanto pra IOS pra ajudá-lo na atividade. E antes que os profissionais de educação física atirem a primeira pedra, quero deixar claro que particularmente não acho que nada substitua uma ida à academia com supervisão profissional. Mas se isso não é possível, treinar os 7 minutos em casa pode ser uma bela ajuda.

Ajuda essa, que fique clara a minha opinião mais uma vez, que não tem nada de milagrosa e que pode (e deve) ser adicionada a outras atividades. Como subir e descer degraus, por exemplo. Pra quem, como eu, tem escada em casa, não existe desculpa pra ficar parado. Tá de bobeira em casa? Sobe correndo e desce andando quantas vezes conseguir.

Diante de tantas possibilidades, não existem desculpas pra não se mexer. Sejam apenas 7 minutos ou 7 multiplicados por tantos outros, o segredo é não ficar parado e fazer acontecer!

***

mondayResolvi tentar metodologizar as postagens aqui no blog pra ver se eu me animo a movimentá-lo mais. Segunda, o dia mundial do início da dieta, será voltada exatamente pra isso: pra textos sobre atividade física e reeducação alimentar. Prometo ir atualizando vocês sobre os resultados vistos com os 7 minutos feitos em casa e demais atividades!😉

2 pensamentos sobre “Malhando em casa

    • Anali, pique é uma coisa q a gente vai conquistando a medida q vai se mexendo. Acredite, o principal é tentar se disciplinar, com a disciplina vem o resultado e com o resultado o pique aparece. E vc pode!😉

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s