O primeiro passo

first step

Muitas vezes tudo o que é necessário pra que uma situação mude é o primeiro passo. Enquanto você fica ali, hesitante, nada acontece. Ou pior, desacontece. Você fica chateado, às vezes até amargurado. Você culpa a situação por não mudar. Mas, de repente, quando você desavisadamente dá o primeiro passo, tudo acontece!

Aquelas portas que pareciam fechadas com o mais moderno sistema de segurança, se escancaram. Ou se não o fazem, ao menos abrem uma frestinha. Aquela situação tão emperrada, enferrujada, começa a dar sinais de movimento. Aquele trem, parado na estação há séculos, apita e você leva um susto. E isso tudo porque você deu um único passo.

E é exatamente por isso que o primeiro passo geralmente é o mais complicado. É ele quem começa a mudança, é ele a chave, é ele o gatilho. Muitas vezes não pras mudanças do lado de fora. Mas pras mudanças do lado de dentro.

Porque essa é uma verdade: o primeiro passo pode até não mudar a situação, mas ele nos muda. Nem que a única mudança seja exatamente a da inércia para o movimento. Mas ele o faz. E acredite: isso, por si só, é extremamente significativo e poderoso.

Claro que o primeiro passo requer muito de nós. Precisamos vencer a barreira da inércia, do comodismo, do conformismo. Precisamos vencer a nós mesmos. Às vezes, para dá-lo, é preciso arrancar as raízes que nos prendem ao chão. E não há como negar que isso pode ser bastante doloroso.

Mas sem o primeiro passo, o segundo, o terceiro e todos os outros passos nunca virão. É preciso dar o primeiro passo para poder caminhar, para ver as coisas acontecerem, pra participar da mudança, pra ser a mudança. Mesmo que tudo isso aconteça dentro de você.

E eu não estou falando de algo lá longe. Estou falando de algo pertinho de mim, algo que acaba de me acontecer. E exatamente porque eu dei o primeiro passo, depois de um bom tempo resistindo e batendo o pé como uma criança birrenta, as coisas parecem finalmente mudar.

Fácil não é. Confortável também não. Mas se a gente quer avançar, é mais do que preciso. Ouse dar o primeiro passo!

Anúncios

4 pensamentos sobre “O primeiro passo

  1. E quando decidimos dar o primeiro verdadeiro passo, isto é, aquele em que estamos realmente decididos, tudo muda e voltar atrás não é opção.
    Tenho dado verdadeiros passos em falso, mas não quero hesitar mais.

    Beijinhos!
    Bom sábado

    • Susana, o lance de dar o primeiro passo é dá-lo e não olhar pra trás. Pq se a gente olha, mesmo q de relance, hesita e pode querer voltar. O ideal, assim, é deixar o passado no passado e seguir adiante, um passo de cada vez! 😉

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s