3 meses, 90 dias, 2160 horas…

1462934_10201468518047407_1470777267_n

De acordo com quem já passou por uma experiência parecida com a minha, as coisas começam a ficar mais fáceis a partir de agora. A gente começa a se acostumar com essa nova vida e parece que finalmente a ficha cai e a gente percebe que agora o nosso lugar é aqui.

***

Posso dizer com certeza que o inglês torna-se, a cada dia, menos complicado. Ainda não digo no quesito conversação, mas no que diz respeito a entender o que o outro está dizendo, as coisas andam sim mais fáceis.

***

Ao contrário do que eu imaginei, a parte acadêmica da minha experiência está sendo bem mais simples. Minhas notas estão todas MUITO boas e tenho conseguido acompanhar BEM as aulas. Creio que fecho o semestre com um saldo pra lá de positivo.

***

By the way, os brasileiros têm a melhor fama na universidade que estou estudando. Todos sempre com as melhores notas. We rock, people!

***

Mas também, ao contrário do que imaginei, a parte emocional está sendo bem MAIS complicada do que eu imaginava. Que faltam vocês fazem, pessoas!

***

Apesar de ainda não ter carro (o que é algo que atravanca um pouco o progresso), já consigo saber onde as coisas se encontram e, inclusive, consigo fazer algumas sugestões de lugares pra ir. Especialmente bons restaurantes, com saladas e coisas saudáveis!😀

***

O inverno ainda não chegou, mas já peguei -7°C por esses lados de cá. Acredite: tem horas em que o frio vem morar dentro da gente! (e não adianta nada você usar milhares de roupas!)

***

Se tem valido a pena? Como diria o poeta predileto do meu pai, tudo vale a pena se alma não é pequena! (e o que tenho descoberto nesses dias, é que a minha é gigante pra caber toda a saudade do mundo dentro dela!)

13 pensamentos sobre “3 meses, 90 dias, 2160 horas…

  1. Feliz por vc, Rê!!! Essa é uma experiência valiosa e é normal vc estar com toda essa saudade!!! Mesmo assim está fazendo seu papel muito bem!!! Vc está vencendo, isso é o que importa!!! Força aí e já te falei: só mandar esse frio pra cá, que te mando os 50º do RJ na mesma hora “praí”!!! Hahaha bjsss boa semana

    • Oi, Rachel! Brigada pela força. Pois é, acho qje é tudo uma questão de adaptação e parece que, aos poucos, eu tou chegando lá! Quanto ao frio, acredita que deu uma esquentadinha por aqui essa semana? Dizem que acontece isso antes de invernar de vez!😉

  2. I am with you. Esse frio faz até o estômago tremer! Sem dúvida que o passive vocabulary (what we listen and understand) é sempre mais rico que o active (what we listen and can use confidently in our sentences), mas você tira isso de letra. You have what it takes, girl. Driving will give you more options during leisure time. Have you been to DollyWood Park yet? Juliene, John and I went there when we visited TN over 20 years ago. We also hiked on the Great Smoky Mountains trails. E a saudade..quanto maior mais apertada fica…a sua vantagem hoje é dispor de um divã cibernético no qual você nos presenteia com o que lhe resta. Sei que não tenho o ibope de uma Renata Cabral, mas se eu tivesse Internet na minha pré-temporada de States já teria melhorado bastante o meu namoro a distância com o Joãozinho. Voltando para a saudade, só quem a suporta mesmo é que sabe. We have survived and you will too.

  3. E que bom que vale a pena Rê….a saudade é algo que vai contigo, mas fica aqui conosco também…faz uma falta danada. Mas se tudo vale a pena a gente aceita de coração. Não se sinta sozinha nem deixe o desânimo chegar perto que a gente vai mandando um calor por aqui pra manter a chama acesa. =)

    • Brigada, Dudu! Sinto MUITA falta do seu abraço e da sua cara de menino com fome! kkkk E é MUITO bom saber q a saudade é via de mão dupla! Bju!

  4. Rê, nossa! Sua experiencia realmente parece ser incrível. Como eu to numa vontadinha viu… ihihihi. Ficar longe das pessoas realmente é o mais difícil. Eu sempre falo que o melhor lugar é qualquer lugar que tenha as pessoas certas, em quem confiamos… Ao lado dos bons amigos e quem amamos. Mas com certeza, skype faz a vida da gente um pouco menos dolorida, apesar de não poder tocar, ver o sorriso das pessoas que amamos e poder contar o dia torna tudo um pouco mais fácil. Eu acredito que você vai voltar além de uma pessoa mais inteligente e experiente, dando valor cada vez mais as pessoas que te amam, e com certeza, não quer dizer que aí você irá encontrar as “suas pessoas” também. A vida é cheia de possibilidades, é como você já disse inumeras vezes, segue o fluxo e aproveite cada momento!

    Beijo querida!
    Quando vier a Goiânia em umas férias distantes, adoraria tomar um café contigo!

    • Oi, Deda! Café marcado pra junho do ano que vem! rs… Devo passar minhas férias de verão no Brasil. Assim, vamos nos ver sim!😀
      Pois é, qndo fico MUITO triste tento me lembrar da oportunidade GIGANTE q tou vivendo aqui e de como isso tá mudando minha vida e abrindo novos horizontes. Pensar nisso ajuda a aguentar os momentos mais complicados.
      Bjim!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s