O nome da lágrima

tears
Tem hora que não adianta respirar fundo, não adianta tentar pensar em outra coisa, não adianta racionalizar. Também não adianta pensar que vai passar, não adianta querer adiar, não adianta tentar aliviar. As lágrimas são seres independentes e autônomos. Quando a gente menos percebe, elas jorram pelos olhos.

O mais interessante é observar que elas tem nome. As minhas, nos últimos dias, chamam-se saudade. E elas também tem sobrenome, eu descobri. Saudade dos amigos, saudade da família, saudade do cheiro, saudade da comida, saudade de entender e saudade de ser entendida.

E lágrimas com nome e sobrenome são mais pesadas, densas. Elas não escorrem simplesmente. Elas ficam impregnadas dentro da gente, encharcando o coração, embargando a voz, fazendo flutuar as emoções. Exatamente por isso, elas nunca se vão. Estão sempre escondidas, à espreita, esperando para novamente vir à tona.

A sensação que tenho é que cada vez que desaguam se tornam mais fortes. Num primeiro momento, apenas um fio dágua. Num outro, pequeno riacho. Mais à frente, rio caudaloso. Por fim, mar aberto.

E é nisso que elas me transformaram: num mar aberto de lágrimas onde cada gota tem nome. E sobrenome. Saudade de alguém. Saudade de quem me quer bem.

6 pensamentos sobre “O nome da lágrima

  1. Eu moro a 500km da minha cidade natal, onde minha família mora, e ainda sinto essa saudade… imagina você, nessa distância toda. E sabe que mesmo pertinho, no mesmo país, só mudando de estado, já temos essa dificuldade em entender e ser entendida? Mesmo em um estado vizinho, as coisas são muito diferentes… imagina outro país! Mas nunca se esqueça que você está vivendo um sonho seu (e de muitas outras pessoas), trate de aproveitá-lo da melhor forma!🙂

    Fique bem!

    Beijinhos

    • Oi, Ju! Vc tá certíssima, em tudo. Basta a gente mudar pra um lugar novo, qq q seja, pra gente não ser compreendida como no nosso lugar de origem. Agora pensa: outra língua, outra cultura! Uma loucura!
      Mas tem tb o q vc falou: era um sonho, foi uma escolha, então é conviver com as lágrimas e seguir em frente!

    • Oi, Renata! Pois é, esse tem sido o meu cuidado: tentar balancear saudade e tristeza. Não tem sido fácil, mas como tudo por aqui, é um aprendizado mais q válido!

  2. Rê, que postagem mais triste querida!
    Fiquei emocionada e com os olhos marejados….
    Força aí! O tempo passa…

    • Tia, a saudade faz dessas com a gente. Mas olha, apesar disso, tou bem e as coisas têm ido bem. Só a saudade que é imensa e as lágrimas q são muitas!❤

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s