Das corridas da vida

561796_628255940525733_935379748_n

No último domingo, dia 28, participei da minha última corrida em solo brasileiro: a Corrida das Cores. Uma corrida que, de corrida, tem bem pouco. Ela está mais para uma celebração de cores e de vida do que pra qualquer outra coisa.

A começar pelo fato de que não há cronômetro, não há chip e o tempo todo, antes da largada, o locutor incentiva os participantes a curtirem o evento, a brincarem com as cores e a irem devagar. Sim. A Corrida das Cores é uma corrida onde chegar primeiro não é o que realmente interessa. O que interessa é se divertir.

Dito isso, posso garantir que o que menos se vê são pessoas correndo. A grande maioria está ali pela explosão de cores, para curtir o momento e, exatamente por isso, caminha. Anda devagar, sorri com os amigos e não se preocupa muito com o percurso dos 5km.

Preciso confessar que, num certo momento, isso me irritou. Afinal de contas, pra que participar de uma corrida se você não está ali para correr? Ou se você não está ali ao menos para tentar correr? A resposta, claro, estava ali à minha volta: pra simplesmente se divertir, curtir o momento. Pra cumprir o propósito daquele evento.

Sim, porque existem corridas em que o objetivo é claro: cruzar a linha de chegada no menor tempo possível. Ou, em outras palavras, superar-se ou até mesmo superar o outro. Mas esse, com certeza, nunca foi o objetivo da Corrida das Cores. O propósito ali era celebrar, era curtir, era apreciar toda a magia das cores.

Engraçado pensar que a vida também tem diferentes corridas. Em algumas delas, precisamos nos superar, dar todo o gás pra alcançar logo a linha de chegada. Mas, em outras, o que nos cabe é simplesmente admirar a beleza das cores, andar devagar e curtir a paisagem.

A grande questão é saber diferenciar umas das outras e saber curtir o propósito de cada uma, sem querer caminhar naquela que é necessário correr e sem estressar naquela que cabe simplesmente apreciar o colorido.

E aí, em qual corrida você está nesse momento inscrito?

6 pensamentos sobre “Das corridas da vida

  1. Eu acho essa corrida o máximo! Só não sei se ia gostar muito de ficar toda suja, mesmo que seja um sujo colorido! hehehe

    Beijinhos

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s