Uma pessoa a menos

8659_10200486979589559_122152815_n

 

Não, ninguém morreu. Ou melhor, morreu sim. A velha Renata está sendo sepultada pouco a pouco (vira e mexe ela resiste, mas eu prossigo tacando uma pá de terra em cima dela!) e, com ela, lá se vão quase 60kg.

60kg eliminados sem remédio, sem bariátrica. 60kg eliminados em 3 anos e meio, num processo lento e gradativo, em que a maior mudança não pode ser enxergada a olhos vistos: ela está bem aqui dentro de mim.

E não falo apenas de autoestima. Falo da mudança de pensamento que ocasiona uma mudança de sentimento e, por sua vez, uma mudança de postura. Hoje eu sei que comer demais não cura nada. Pelo contrário. Traz ainda mais problemas e dores. Tudo bem que ainda incorro, vez por outra, nesse erro. Mas cada vez menos e com resultados cada vez menos negativos.

Como eu digo sempre aqui, eu escolhi me cuidar. Escolhi correr atrás do que queria. Não foi fácil. Mas como foi uma escolha, uma decisão pessoal, eu a abracei e paguei um preço pra vê-la acontecer.

E agora, todo mundo pode ver também. E não apenas pode ver, como pode acreditar que é possível sim. Basta sonhar, planejar e, claro, ralar!😉

8 pensamentos sobre “Uma pessoa a menos

  1. Que bonito ler isso. Emagreci 21 kilos de março de 2012 até hj. Só academia e cuidado alimentação. Ninguem imagina o qt é dificil. Para mim, ser magra é a coisa mais dificil do mundo. Me absorve, me controla, me exige. È a mente em dedicação 24 hs por dia. E ninguém entende o peso. E nem dá para ficar gemendo, reclamando. É minha caverna pessoal.

    • Oi, Marina! É como eu digo pra todo mundo: não é fácil, mas é possível. E é como eu disse no post tb: ainda me pego incorrendo em erros bem comuns, mas eles são cada vez menores e menos prejudiciais. E essa é uma luta só nossa, mas acredite: vale cada batalha! Bem-vinda ao blog!😉

  2. Uau! Cheguei aqui pelo blog Cottage Regressiva, já visitei sua página do FB e … WOW, parabéns pelos resultados! Me identifico muito quando você diz “Tudo bem que ainda incorro, vez por outra, nesse erro. Mas cada vez menos e com resultados cada vez menos negativos.”, pois me acontece de maneira parecida. O aprendizado de recomeçar sempre, sem culpas ou dramas, depois de um escorregão acho que é minha maior vitória sobre meu antigo perfeccionismo agudo, que agora está bem mais controlado, voltado mais para um positivismo. Beijocas e sucesso na sua vida!
    Carla Pancha

    • Carla, bem-vinda ao blog! E olha: é isso mesmo, cada dia a gente tem a oportunidade de um recomeço. O importante é nunca desistir!😉

  3. Cheguei aqui através do blog da Raquel. Estou adorando conhecer a tua história. A parte mais legal é que a mudança foi aos poucos, com tempo para aprender, mudar e aplicar durante toda a vida aquilo que foi aprendido. Parabéns!!!!!!!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s