Até onde você é capaz de ir?

não desista

Fiquei pensando nisso ao ver, ontem, no Fantástico, a série Planeta Gelado. Nela, são apresentadas cenas diversas dos extremos do planeta, demonstrando, principalmente, como o inverno por aquelas bandas pode ser cruel e extremamente exaustivo.

Na edição de ontem, o inverno estava no auge e os animais precisavam sobreviver como podiam. Foi mostrado um bando de bizões que, em sua travessia em meio ao gelo, é surpreendido por um ataque de um casal de lobos. Estrategistas, os lobos escolhem o bizão que parece mais frágil e o atacam.

Só que é importante frisar: o mais frágil dos bisões é incrivelmente forte. E luta pela própria sobrevivência. Rapidamente, o lobo macho desiste da investida. A fêmea não. Mesmo machucada pelas chifradas do bizão, segue em frente até vencê-lo pela exaustão.

Vendo aquela cena ali, na TV, fiquei me perguntando até onde eu sou capaz de ir? Será que, mesmo machucada, mesmo cansada, mesmo cheia de medos, eu sou capaz de avançar, como a loba, ou será que na primeira patada da vida, na primeira cabeçada contrária, simplesmente desisto, como o lobo?

A imagem que vi não era das mais bonitas. Mesmo vencedora, a loba sangrava e estava simplesmente acabada. Mas, diante dela, estava aquilo pelo qual ela lutara. E que faria com que ela pudesse sobreviver um pouco mais naquele inverno.

Tenho vivido muitas coisas intensas nesses últimos dias. A maior parte delas, diga-se, espetaculares. Mas é claro que nada tem caído no meu colo pura e simplesmente. E, confesso, às vezes dá uma vontadezinha de dar uma de lobo, simplesmente virar as costas e sumir.

Mas quer saber? Vale muito mais a pena sair descabelada, machucada e mesmo cansada de uma batalha que, de alguma forma, me trará algo que irá me nutrir pelos invernos da vida, do que virar às costas e, em algum lugar do caminho, deixar morrer uma parte de mim.

E você, já imaginou até onde é capaz de ir? Acredite: você pode ir MUITO além do que imagina!😉

6 pensamentos sobre “Até onde você é capaz de ir?

  1. Não sei ate onde posso ir, eu tento ser a loba, mas em 99% das vezes eu sou o lobo, na primeira chifrada eu desisto e vou embora, mesmo isso atrasando a minha vida, me deixando frustrada, mas não sei o que fazer, mas a luta continua

  2. Foi o texto mais “revelante” que eu já li e muito obrigada por isso. Estava pensando exatamente sobre isso hoje. Quero pedir sua permissão de colocar um link dele na minha página. Parabéns!  

  3. Eu já disse pra ti inúmeras vezes o quanto eu te admiro
    e me vejo em você, uma Andréia que eu conhecia a um tempo atrás, a que estou querendo voltar a ser…
    excelente reflexão… Mas eu ainda me sinto o lobo, e deixo as vezes que os outros me garantam mais invernos, afinal eu ainda não estou 100% pra brigar tanto. Tem batalhas que eu sei que ainda não posso vencer, mas tenho trabalhado cada dia pra poder morder forte com as minhas próprias presas um dia.

    beijinhos!

    • Andréia, a gente não consegue ser a loba o tempo todo. Mas acho q devemos ao menos tentar. E é exatamente isso q vejo vc fazendo. Então, garota, siga em frente!😉

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s