Virada

gigante2

As coisas têm o peso que nós colocamos sobre elas. Se as supervalorizamos, elas se transformam em pequenos gigantes que, assentados sobre as nossas cabeças, nos fazem arrastar por onde quer que caminhemos. Se as minimizamos, elas não têm outra alternativa se não entenderem que são elas que orbitam em torno de nós e não o contrário.

E foi essa percepção que me fez entender que no dia 18 de janeiro farei apenas mais uma prova. Uma prova que me abrirá ou não uma porta. Mas, caso a porta esteja fechada, com certeza encontrarei muitas outras pelo caminho. Afinal, 2013 está apenas começando e ainda tenho muito chão pela frente. Muitas coisas a serem conquistadas e muitas outras a serem buscadas.

O ponto de virada ontem veio exatamente daí: tirei o gigante da cabeça, coloquei-o no chão, passei-lhe um pito e bradei em alto e bom som: “Você é apenas uma prova, querida. E a verdadeira gigante aqui sou eu, não você. Eu tenho uma vida inteira pela frente, um ano inteiro pra viver e não será uma coisinha de nada que vai me paralisar. Então, assuma seu posto de mero detalhe e sigamos em frente!”

Ela não teve outra alternativa a não ser obedecer. E, desde então, aqui estou eu e lá está ela, petitica. Tão pequenina que não tem me sufocado, não tem me atrapalhado e nem me impedido de fazer o que precisa ser feito (o que vinha acontecendo).

E mais uma vez fica a constatação: os grandes só são grandes porque os pequenos estão de joelhos!😉

14 pensamentos sobre “Virada

  1. Ufa, ainda bem…. fiquei ontem agoniada com esses 15 dias que nem sabia do que se tratava. Já que conseguiu enxergar, derrubar e tornar pequeno o que se agigantava, respiro aliviada!!!

    • Oi, tia! Poisé, dia 18 de janeiro faço a prova do TOEFL q, dependendo do resultado, pode me ajudar a atingir um objetivo específico (estudar fora). Só q percebi q tava pesando demais a mão na expectativa. Afinal, é só uma prova. Se não rolar, traço outros objetivos e bola pra frente, né? :*

  2. Olá querida,

    Como há verdade nas suas palavras, muitas barreiras e problemas só se tornam grandes devido as dimensões que damos a eles, então devemos realmente enfrentar e saber que somos mais fortes.

    beijos

    • E o incrível é perceber que isso vale pra tudo, né? Inclusive pros nossos problemas, nossas tristezas, nossas lutas. Tudo isso passa. O que fica somos nós mesmas. Por isso, simbora depor os gigantes!😉

  3. Otima constatacao. Pensei algo semelhante nesta semana pq comeco a trabalhar semana q vem. Sai de um dos menores e mais novos escritorios da empresa para o maior e dos mais antigos. Me falta capacidade tecnica, me falta fluencia e vocabulario na segunda lingua, me faltam mts coisas, mas o Senhor me falou que ELE nos da poder. Ele nos da grandeza. Ele nos da vitoria, honra e capacitacao. Ele eh o dono do saber! Precisamos, de fato, buscar Reino dEle! e tds as coisas serao acrescentadas.

    • Mel, exatamente! A gente estressa demais, se preocupa demais, se descabela demais antes das coisas acontecerem. E, de repente, o Senhor vem e sussurra: “É meu o trabalho. O seu trabalho é descansar em mim!” Daí todas as coisas entram nos eixos, se assentam em seus devidos lugares e a gente percebe q quem complicou TUDO fomos nós mesmos. Então, simbora descansar e deixar q Ele trabalhe!😉

  4. Amiga, amiga, como uando. Escreve conseguimos visualizar a cena, eu vi completamentea prova pequenininha enaquanto vc bradava em alto e bom som que ela era quase insignificante… Como eu aprendo com vc, vc me faz levitar e ver as coisas do alto…. Beijocas te amo

  5. Um dia meu terapeuta me disse uma frase linda e disse apenas uma única vez, mas nunca mais esqueci: “Os monstros só nos assustam até o dia em que os convidamos pra brincar de roda com a gente”.
    Confesso que demorei um certo tempo pra entender o que essa frase significava e confesso tb que brincar de roda com os monstros é um aprendizado quase diário, mas sabe que pode ser divertido? É impressionante como eles diminuem de tamanho e a gente aumenta, acho que é mais ou menos isso que vc diz sobre os gigantes, né?
    No final das contas, tudo depende das lentes que escolhemos pra enxergar as coisas, e a vida vai seguindo assim, uma série de tentativas, descobertas, adequações e no final dá tudo certo, vc vai ver! =)

    (ufa! finalmente consegui atualizar a leitura do Inventário, meu nome agora é alívio, rs)

    Amourrrr =***

    • Catylinda,às vezes é isso mesmo: é preciso chamar os monstros pra brincarem com a gente pra descobrir q eles não passam de cachorrinhos assustados – que só ficam gigantes pq a gente os deixa longe, longe da gente, o q, com o golpe de vista, os faz parecer enormes!
      Não é fácil esse exercício, claro, mas é altamente necessário.
      Bju!

    • Brigada! E seja sempre bem-vinda por essas bandas! Qnto ao incentivo, acho q é assim q a gente cresce, q a gente avança! :*

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s