Aos livros, com carinho

Sou uma pessoa de palavras. Desde sempre. Muitas de minhas lembranças estão relacionadas ao ato de escrever: a primeira redação elogiada (o tema foi bolha de sabão), um pequeno livro que fiz e dei de presente para a minha mãe, um classificado de jornal em forma de poema que encantou uma professora cética no segundo grau. Eu e as palavras sempre andamos na mesma sintonia.

Tive as minhas fases: durante um longo tempo preferia as narrativas a qualquer outra coisa. Até descobrir os poemas. Depois, mais velha, encantei-me pelos contos. Nos últimos tempos, as crônicas reinam em meus escritos. Independente do estilo, palavras marcam minha vida.

E marcam de tal forma que, sempre que penso em uma tatuagem, imagino-a em forma de palavra. Talvez esse seja o motivo real de nunca ter me tatuado: seriam tantas, e com tantos significados, que em pouco tempo teria em mim um livro com começo, meio e fim.

Livros, tenham certeza, prefiro ter sempre à mão. Foram eles os responsáveis por me apresentarem às palavras, por colocá-las de maneira tão intensa em minha vida. Foram eles os culpados por minha escolha profissional. Foram eles, enfim, que me trouxeram até aqui e que me impulsionam a chegar logo ali.

Minha casa sempre foi um lugar de livros. De livros e pessoas. De gente lendo, de gente conversando, de gente pensando. De gente escrevendo. Exatamente por isso, tento manter a tradição. Dos livros, das pessoas, das transformações advindas desse contato.

Livro, pra mim, tem cheiro de família. Tem gosto de conhecimento. Tem jeito de gente querida e sabida. Livro, pra mim, é sempre aquele amigo querido que tem o melhor papo, a melhor ideia. Ou não. Mas que sempre tem algo a dizer.

Livro assombra, livro encanta, livro liberta. Livro ajuda a escrever bem, a ler melhor o mundo, a sentir de maneira diferente. Livro empresta lentes quando as nossas estão gastas, empresta palavras quando as nossas nos faltam. Livro acalenta, livro atormenta. Livro muda tudo, nem que o tudo seja só o que a gente traz dentro da gente.

29 de outubro, Dia Nacional do Livro.

2 pensamentos sobre “Aos livros, com carinho

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s