Reclamões

Lendo esse post aqui da Erica, fiquei pensando no tanto que curto chuvinhas e o clima gostoso que elas trazem. Talvez por viver em uma cidade predominantemente quente, eu tenha um apego especial ao frio. Frio me lembra aconchego, edredom, sono gostoso. Livros embaixo das cobertas, meia e, mais uma vez, sono gostoso. E como amante do sono que sou, qualquer coisa que se relacione a ele me deixa feliz. Muito feliz.

Só que o frio, ao menos por essas bandas, traz consigo outra coisa além do sono gostoso. Os reclamões do clima. Aqueles que usam as redes sociais para reclamar do frio, pra dizer o quanto odeiam o frio, pra pedir pelamordedeus para que o frio vá embora e todo um blá blá blá antifrio.

Nada contra quem prefere o calor. Pelo contrário. Cada um tem o direito de ter um tempo preferido. Mas o que acho mais interessante é observar que aqueles que agora reclamam do frio eram os mesmos que, poucos dias atrás, reclamavam do calor. Ou seja, não são daqueles que preferem isso aquilo. São daqueles que reclamam porque o que preferem realmente é a reclamação em si.

São os reclamões profissionais. Aqueles que aproveitam o que quer que seja pra reclamar. Tá quente, reclamam. Tá frio, reclamam. O time ganhou, reclamam porque não foi de goleada. Se foi de goleada, reclamam do juiz que não deixou que fosse ainda mais. Os amigos estão felizes, reclamam da insensibilidade deles com a dor do outro. Estão tristes, reclamam do drama que estão fazendo. Enfim, tudo é motivo pra que pratiquem seu esporte favorito: a reclamação.

E mais uma vez digo o que já disse aqui: o interessante é observar que os reclamões não passam disso. De reclamões. Reclamam, reclamam, reclamam. Mas dificilmente agem. Dificilmente dão um jeito de mudar aquilo que os incomoda. Ou seja, eles não querem chamar a atenção pra algo ou mesmo pra uma situação. Querem chamar a atenção pra si. Não querem resolver o problema, querem simplesmente falar dele. E de si.

É como ter uma alergia e, ao invés de ir ao médico, ficar reclamando da coceira. Mas no fundo, no fundo, se sentir bem com a coçadinha diária. Infelizmente, é o que mais se vê por aí.

Minha sugestão é que, antes de reclamar por reclamar, a gente pense mesmo se vai resolver. Se vai adiantar. Se vai contribuir. E se estamos dispostos a agir pra mudar. Caso contrário, sinceramente, é sempre melhor se calar.

10 pensamentos sobre “Reclamões

  1. “É como ter uma alergia e, ao invés de ir ao médico, ficar reclamando da coceira. Mas no fundo do fundo, se sentir bem com a coçadinha diária. Infelizmente, é o que mais se vê por aí.” Como eu detesto isso: gente que reclama de dor, mas não procura o médico/remédio pra dor. Ótima abordagem e reclamação contra os reclamões! hehehe

    • Exatamente, Lê! E fora os q reclamam de dor, tem os q reclamam do trabalho, da igreja, dos amigos. Pq não procuram o remédio ao invés de se apegar tanto à doença, né? :*

  2. Eu ODEIO o verão com todas as minhas forças! Com o frio a gente se aquece e com o calor, comofas? Anda nu na rua?
    Aqui em Hellcife já fritaram ovo no asfalto, acredite! O_O
    Tenho plena e absoluta certeza que nasci na cidade errada, na região errada e no país errado. Todo ano qdo começa o calorão dos infernos por aqui pergunto a Deus pq não nasci numa tribo isolada no meio da Amazônia, só pra andar pelada o dia inteiro sem a polícia me prender! kkkkkkkkkkkkk

    Qto aos reclamões, minha avó dizia uma coisa engraçada: “cachorro tem boca pra morder e o homem tem língua pra falar”. Ou seja, o povo fala de tudo: do calor, do frio, do trânsito, do salário, enfim, é uma insatisfação geral com a vida, deusmelivre! rssss

    Beeeijo! =***

    (Frô, me diz de novo seu email pra eu anotar na agenda e te adicionar no google+ se vc tiver.)

    • Caty, imagino como seja o calorão de Hellcife. Se aqui em Gyn city já é quente, imagino por essas bandas! Tb amo o frio, mas não sei se conseguiria viver numa cidade fria o ano inteiro. Acho q o sol aquece tb meu coração… rs… Qnto ao email, anota aí: renatacabral@gmail.com

  3. Email anotado! =)
    Venha passar um verão aqui comigo e vc vai entender meu sofrimento e meu amor desde criancinha pelos alpes suíços, rsss. Convite feito, viu? 😉

    Beeeijo =***

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s