Protegendo seu jardim

Se você é como eu, em alguns momentos da sua vida você reclama que as coisas não acontecem. Você sente que aquilo que deveria virar simplesmente não vira. E você fica ali, simplesmente frustrado com os não acontecimentos, com os não avanços, com os não progressos.

Mas se você parar pra pensar, e se for bem honesto consigo mesmo, vai perceber que muitas vezes o culpado pelo não andar da carruagem é você mesmo. É, é duro admitir. Mas a velha história de que nosso maior inimigo somos nós mesmos é verdadeira e pode ser comprovada no dia a dia.

Engraçado que queremos os avanços, os progressos. Queremos ver acontecer. Queremos o deslanchar. Queremos os frutos, enfim. Mas nos esquecemos que eles, os frutos, são parte de um processo complexo que começa com o preparar da terra, o plantar a semente pela semente, o cuidar da planta. E não acaba aí. Passa, também pelo florescer pra só aí culminar com o frutificar.

Muitas vezes, no meio desse processo todo, permitimos que ervas daninhas ataquem nosso jardim. Ou pior, no momento da flor, quando o fruto está logo ali, descuidamos de nós mesmos e permitimos que pequenas coisas (ou raposinhas, como diz Cantares 2.15) destruam todo o trabalho, todo esforço.

É o famoso nadar, nadar e morrer na praia. Quando estamos logo ali, bem pertinho daquilo que mais desejamos, daquilo que mais almejamos, permitimos que detalhes nos impeçam de frutificar. E lá vamos nós ter que começar tudo de novo. E esperar mais uma primavera para que venham as flores. E ter que esperar que elas floresçam para que o fruto apareça.

Ou seja, gastamos ainda mais energia tendo que replantar. Ficamos ainda mais ansiosos com algo que poderia ter sido resolvido na primavera anterior. Protelamos as estações por conta, muitas vezes, de descuidos com pequenas coisas. E ainda reclamamos da vida, do mundo, do universo que, dizemos, conspira contra nós!

No dia de hoje, dê uma olhada no seu jardim, imagine os frutos que virão e comece a proteger agora mesmo as suas flores. Com unhas e dentes, se preciso. Com toda a vigilância se necessário. Não permita, de maneira nenhuma, que os frutos se percam antes mesmo de nascerem!

2 pensamentos sobre “Protegendo seu jardim

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s