Atraso

Por mais que a gente não queira, ou tenha vergonha de admitir, a maior parte de nós tem um defeito em comum: a procrastinação. Nome feio que determina uma coisa que, por mais que seja socialmente aceita, não é lá tão bonita: a mania de deixar pra depois o que pode, e muitas vezes deve, ser feito agora.

Sabe aquela tarefa doméstica que você adia ad infinitum porque simplesmente não gosta de fazê-la? Sabe aquele problema no seu relacionamento que te incomoda e que você vai empurrando com a barriga até onde consegue? Sabe aquela atividade no trabalho que você bem que poderia ter feito ontem, mas preferiu deixar pra fazer hoje? Pois é, se você se reconhece em alguns desses exemplos (e se lembrou de tantos outros), você faz parte sim de um time que não para de crescer: o de procrastinadores.

O mais engraçado nisso tudo é que a procrastinação alheia nos irrita, e muito! Pense em quantas vezes você se sentiu irritado com um determinado político que deveria ter feito uma obra, ou mesmo terminado (o que não falta por essas bandas são obras inacabadas) e não o fez. Pense em quantas vezes você se sentiu lesado por seu colega de trabalho não ter terminado a parte dele num tempo que facilitasse a sua simplesmente porque ele simplesmente deixou pra depois.

Se formos bem honestos, veremos que a procrastinação alheia nos tira do sério. Mas que a nossa nos serve quase como um bichinho de estimação, afagado, vez ou outra, quando nos convém.

E eu não estou mirando apenas em você, que me lê, ou nas pessoas à minha volta não. Estou mirando bem dentro de mim. Sim, porque também padeço desse mal e vira e mexe me vejo deixando pra bem depois o que poderia ter resolvido exatamente agora!

Ser um procrastinador profissional faz de nós pessoas sempre com a corda no pescoço. Levando-nos ao limite – de nossas forças, de nossos relacionamentos, de nossos recursos. Impedindo-nos de curtir o dia de hoje porque sempre temos demandas dos dias anteriores. Vivendo sempre com a corda no pescoço, estressados, sem tempo para nada a não ser correr atrás do prejuízo.

Correr atrás e nunca estar adiante. Esse é o grande prejuízo de procrastinar. A gente acaba tendo que correr atrás das demandas, jamais se antecipando a elas. Sempre resolvendo problemas, nunca os evitando. E depois, ainda reclamamos do cansaço, da falta de forças e vontade. Mas quem fica bem diante de tantas coisas atrasadas?

Atraso. Talvez essa seja a palavra que melhor defina a procrastinação. Quando procrastinamos, ficamos sempre como o coelho da história “Alice no país das maravilhas”, lembra-se dele? Ele vivia com um relógio na mão e gritando: estou atrasado, estou atrasado! E, além de estar sempre confuso, confundia todos à sua volta!

Aproveitando o início da semana, que tal fazer um compromisso com você mesmo, com sua sanidade mental, com as pessoas à sua volta e simplesmente colocar em ordem o que você tem deixado pra trás? A procrastinação nos rouba muitas coisas e tá mais do que na hora de tomá-las de volta, não? Simbora nos antecipar ao invés de simplesmente correr atrás. Chegar à frente é sempre melhor, acredite!

Anúncios

7 pensamentos sobre “Atraso

    • Rê, conheço não! Mas já tou olhando aqui pq tudo q ajudar nesse sentido tá valendo. Reclamo MUITO de falta de tempo mas tenho percebido q pelo menos metade disso poderia ser resolvido com mais compromisso e menos procrastinação. Essa semana, tou nessa luta! 🙂

  1. Nossa menina, estava precisando ser esse post! rs… Também sou fera na arte da procrastinação, por mais que tente lutar contra isso.. E assino embaixo da indicação da Renata, o site do Babauta eh excelente! Beijos

    • Num é? A gente q tá nesse processo de RA precisa tomar muito cuidado com essa dona procrastinação, pq acaba q existem pequenas coisas q precisam ser ajustadas q sempre deixamos pra depois (tou passando por isso exatamente agora!). Ou seja, é encarar o q precisa ser feito exatamente no momento em q deve ser feito. E a indicação da Renata já tá nos meus favoritos! 😉

  2. Testemunho por experiência própria que a procrastinação é uma bola de neve que vai misturando as prioridades num amontoado sem fim. Pode parecer um assunto bobo, mas não é, e quem procrastina vive uma luta quase diária para conseguir conciliar o hoje com o ontem sempre pendente. É uma dureza, rs.

    Bjoca =**

    • É verdade! Procrastinar é sempre se estressar por algo que poderia ser evitado! Simbora nos antecipar q é o melhor q a gente faz! 😉

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s