Lançando sementes

Toda floresta começa com uma pequena semente, já dizia o provérbio chinês. Por mais besta que a frase pareça, e por mais simplista também, ela traz em si uma grande verdade. E é engraçado como a gente quer ver logo a floresta, mas não se dá ao trabalho de começar a plantá-la!

Lembre-se dos seus sonhos, dos seus desejos. Maiores e menores. Agora pare e pense: o que você tem feito de concreto para alcançá-los? Já começou a lançar as sementes ou está esperando que eles floresçam por vontade própria? (ou, quem sabe, vontade cósmica?)

De antemão, é importante dizer: plantar dá trabalho. É preciso preparar a terra, arejá-la, colocar adubo. Depois, lançam-se as sementes. Ainda tem que dar uma olhadinha, regando sempre. E isso, no meio da correria do dia a dia.

E esse é o grande problema: a correria. Ficamos tão sufocados, tão sobrecarregados com nossas atividades diárias, que acabamos apenas desejando, sonhando, com a floresta. E não nos atentamos para o fato de que precisamos lançar as sementes.

O que fazer, então? Desistir e deixar que a vida nos leve, como diz a tão cantada música de Zeca Pagodinho? Sentar e chorar pela floresta inexistente? Ou simplesmente desistir de sonhar? Nada disso! Uma atitude simples que pode ter um grande efeito é encher os bolsos de semente e incorporar o plantio na sua rotina.

Um querido amigo, Sérgio, exemplificou bem isso num email que me enviou. Ele tem alguns projetos para esse ano. E, ao invés de esperar que simplesmente brotem do nada, ele tem lançado sementes enquanto caminha. Como deseja fazer uma visita ao Salão do Automóvel, que acontece em setembro, ele, desde já, tem olhado passagens, hospedagem e afins. Ou seja, tá enchendo o bolso de sementes e, sempre que dá, prepara a terra e as planta.

Incorporar as sementes e o cuidado com elas no seu dia a dia pode realmente fazer uma grande diferença. Enquanto atende ao telefone, envia um email, faz uma tarefa no trabalho, vá preparando a terra, colocando o adubo, lançando as sementes. No trânsito, em frente ao computador, em meio a outra atividade, dê sempre uma olhada nas sementes plantadas. Regue, cuide, invista.

Esse, talvez, seja o grande segredo: investir na semente é investir na floresta. Quando pensamos nisso, passamos a dar importância para as fases iniciais, aparentemente tão chatas, de nossos grandes sonhos e projetos. E entendemos que eles só saem do papel quando temos o cuidado de ir cultivando-os diariamente.

E então, simbora encher os bolsos de semente e sair lançando-as enquanto caminhamos?

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s