Enamorada

Mesmo não sendo dada a arroubos de paixão, apaixono-me por minhas letras.

Quando formam palavras, então, sucumbo!

Se ainda, por um desses acaso do destino, caprichosamente unem-se em frase, meu Deus, não resisto!

E, se as frases, apenas para brincar com meu pobre coração, resolvem dançar de mãos dadas em textos, contos, poesias e prosas, está feito!

Prostro-me, irremediavelmente, enamorada. Não consigo mais lhes tirar os olhos.

E elas, danadas, não se fazem de rogadas. Lançam-me charme em forma de expressões das mais complicadas!

E, quando penso que não, já estou completamente enredada. Só me resta lhes ser uma humilde serva, transcrevendo-lhes versos, linhas. Enchendo páginas inteiras de grafias que revelam, desavergonhadamente, a minha paixão.

(Imagem: We heart it)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s